Pressupostos

Pretende-se assegurar que a qualquer momento é possível ter um controlo imediato sobre a execução das operações de forma a minimizar a ocorrência de riscos e propor ações de mitigação. Será para isso implementada uma estratégia de monitorização regular, coerente e estruturada, com métodos e instrumentos adequados e baseada nas necessidades dos diferentes grupos-alvo.

Plano de informação e aconselhamento

Será prestado apoio telefónico, presencial, por correio eletrónico e por ofício e serão elaborados documentos de apoio para os beneficiários (manuais, guiões, FAQ,…). Serão organizadas reuniões bilaterais e de grupo destinadas aos beneficiários para lhes disponibilizar toda a informação sobre a execução dos projetos e para apoiar a gestão administrativa e financeira das operações.

Plano de monitorização - Visitas in situ

Será implementado um programa anual de visitas in situ que para apoiar os beneficiários, recolher informações, divulgar exemplos de boas práticas e estabelecer / manter boas relações entre o GAL e os beneficiários. Estas visitas poderão igualmente ser organizadas na sequência de dificuldades encontradas pelo beneficiário ou para dar resposta a problemas identificados noutras ocasiões e ou por outras entidades. No final das visitas, a equipa técnica dará um primeiro feedback ao beneficiário e consequentemente elaborará e enviará formalmente um relatório final que especificará os aspetos a considerar bem como os prazos para o respetivo seguimento.

Plano de Avaliação

O plano de avaliação a implementar permite recolher informação para elaborar os relatórios anuais de execução, disponibilizar a informação necessária para a avaliação do programa como um todo, acompanhar a evolução da execução da EDL em relação às metas e indicadores de realização previstos e observar as tendências e análise do contexto.

Os tópicos e atividades de avaliação são concebidos em conformidade com os regulamentos, sendo elaborado um conjunto de indicadores e questões de avaliação específicos,alimentados por sistemas de informação e de gestão de dados adaptados às necessidades de avaliação.

O plano de avaliação inclui:

  • um processo de preparação (revisão das matrizes e das fontes de informação, definição de critérios, ligações aos indicadores, abordagens e calendário e identificação de necessidades)
  • um processo de observação (análise da evolução da EDL em relação às metas e indicadores de realização, recolha e armazenamento de informação e dados sobre os beneficiários e observação das tendências e análise do contexto)
  • um processo de avaliação e análise (processamento e síntese da informação, designadamente para analisara contribuição da EDL para os objetivos do programa; , analisar os resultados do programa; dar resposta às questões de avaliação; produzir conclusões e recomendações)

1. Indicadores

Os indicadores financeiros, de realização, de desempenho, de meta, de resultado e de impacto bem como determinadas questões específicas são recolhidos em sede de relatório de execução, de análise de informação estatística e de inquérito aos beneficiários e não beneficiários.

2. Atividades de Avaliação

Será elaborado um calendário que conta com atividades contínuas, ao nível de gestão e de comunicação e com atividades pontuais de observação, análise, avaliação e reporting.

3. Divulgação de Resultados

Após cada processo de avaliação proceder-se à comunicação e divulgação dos resultados da baseada em evidências sólidas ajustando os conteúdos ao perfil dos diferentes públicos-alvo e às respetivas necessidades de informação. Este plano vai facilitar a reflexão e o debate sobre os resultados, estimular a interação com os stakeholders e orientar as futuras ações tendo por base as recomendações e a utilização dos resultados da avaliação.

4. Conclusões e Recomendações

As conclusões e recomendações decorrentes do processo de avaliação contínua serão do domínio público (relatórios, newsletters, brochuras, reuniões, conferências, seminários, etc.) e induzirão a redefinição das linhas de ação e a incorporação dos resultados da avaliação na implementação da EDL.

5. Avaliação Ex-Post

No final do programa vai proceder-se à realização de uma avaliação ex post que terá como objetivo principal a apreciação dos efeitos da implementação da estratégia.